23 novembro, 2013

(seiquenãopassa)


Esta última semana passou a correr. Esta, foi uma semana de campanha escolar, e que bem que correu! Correu tudo tranquilamente bem, nada de anormal, nada de diferente... 
Está frio, muito frio. Já se sente o Natal pertinho, e eu que já não aguentava esperar mais fui buscar as coisinhas de natal para enfeitar o pinheirinho. Dá outro ambiente completamente diferente à casa. Adoro o Natal. Adoro as luzes. Adoro o frio lá fora e o quente dentro de casa. Adoro cobertores, muitos cobertores. Adoro lareiras. Adoro o quentinho com ele. Adoro o meu cantinho, o nosso cantinho. Adoro aconchegar-me no abraço dele. Adoro os beijos. O carinho que me aquece. Adoro os chocolates.

Estou sem vontade de escrever, mas com vontade de dizer imensa coisa. Ou talvez só pensar. E talvez seja mesmo melhor só pensar, não vá eu começar a disparatar sobre coisas que não queira, de certo modo, falar. É que, ou depois não consigo parar, ou então vou dizer coisas sem qualquer sentido. Por isso é que às vezes é sempre bom pensarmos um bocadinho naquilo que vamos dizer, antes de o fazermos. Por isso estou no ir, estou cansada e com sono mas não quero ir já dormir. Coisas estúpidas da Carina.
Uma coisa que me anda a inquietar é a falta que sinto tua. Não consigo perceber esta coisa estranha que tenho sentido, esta falta... Qualquer pormenor mínimo me leva a ti. Não entendo porquê. Parece que eu te procuro à força toda, mesmo que não queira. Parece mesmo que quero sentir a tua falta. A verdade é que quero, e sinto. Não consigo explicar. À um segundo atrás queria dizer-te o quanto gosto de ti, como neste preciso momento já me teria arrependido se o tivesse feito. Agora já era capaz de o fazer outra vez. Estás a ver?! Não sei se também sentes a minha falta, ou se também tens pensado em mim. Fazes-me falta, fazes mesmo, e cada vez mais. Mas não te posso procurar... Mas quero. Ou queria. Ainda quero... Tenho de parar com isto, com estes pensamentos e com estes desejos parvos de te querer por perto. Estás bem aí, assim como eu estou bem aqui... Espero eu... Mas não sei se estou bem assim. Deixa passar o tempo... Creio que passa... Ou talvez não... Tenho de ir, tenho de parar de pensar nisto. Mas um beijo grande, e um abraço forte daqueles que tu sabes... 

4 comentários: